Últimos Vídeos

Maqui indica: estilos de tattoos para você se inspirar

Ei gente linda, no post de hoje, resolvi falar sobre um assunto que amo: tatuagens. E, claro, quero compartilhar com vocês as minhas tattoos, meus desenhos particulares, minhas histórias. Aliás, essa é a graça das tatuagens, né? Elas são só suas! Você pode até copiar o desenho de alguém (por favor, não copie haha), mas o jeito com que eles serão desenhados no seu corpo é único.

tattoos5

Eu sempre quis fazer tatuagem. Tipo, sempre mesmo! A minha primeira foi com 15 anos, esse diabinho fofo, musculoso e sorridente aí da foto. Por que eu fiz um diabinho? Não tenho a menor ideia, eu tinha 15 anos, faz muito tempo e eu não lembro direito! haha Acho que eu só queria fazer uma tatuagem e pronto. Tenho muito carinho por esse desenho, apesar de achar meio tosquinho hoje em dia. Mas tudo bem, ele fica no tornozelo e eu quase nunca vejo. Outra tattoo que fiz quando era bem novinha foi a palavra “outcast”, que pode ser traduzida como “forasteiro”. Quando eu era adolescente, eu me sentia assim, sabe? Aquela angústia de não saber onde a gente se encaixa. haha Aí fui lá e fiz! Aaaanos depois, encontrei meus lugares no mundo e cobri essa tatuagem com um triângulo preto que não significa nada, apenas que aquele sentimento ficou no passado. Sim, ele ficou meio torto. haha

tattoos6

Essas flores que eu AMO também cobriram uma tatuagem antiga. Eu tinha três estrelas, uma vermelha, uma amarela e uma laranja. Não tinham significado nenhum e chegou o dia em que enjoei delas. Minha solução foi fazer algo BEM maior e incorporar o desenho antigo no novo. Tá vendo que os miolos das flores são as estrelas? Quase ninguém percebe! Eu escolhi as flores de maçã por causa da música Apple Blossom, do White Stripes, que tem uma letra que eu acho linda!

tattoos7

No outro antebraço, também tenho uma tatuagem inspirada em música. Essa frase é da canção We Can Work It Out, dos Beatles, e pode ser traduzida assim: “a vida é muito curta e não há tempo para brigas e birra, meu amigo”. Resume tudo, né? haha Como a tatuagem é bem velhinha, as letras já começaram a ficar meio embaçadinhas. Não tem jeito, quanto menor a tattoo, mais ela perde a definição com o tempo. Mas eu nem ligo!

tattoos8

Na minha cabeça, você tem que ser meio desapegado pra fazer uma tatuagem. Tem que saber que sim, um dia você pode enjoar dela, mas ela vai continuar no seu corpo e tudo bem. Eu me sinto assim, pelo menos! Já transformei duas tattoos que eu tinha em outras, porque enjoei e era possível, mas alguns desenhos eu sei que ficarão pra sempre comigo, me lembrando de épocas incríveis (e outras nem tanto) da minha vida. Tipo a tattoo que fiz em homenagem ao meu pai quando ele faleceu. Alguns dias depois de saber da notícia e processar um pouco a tristeza, não tive dúvidas de que queria eternizar meu amor por ele em um desenho. Meu pai usava um Ray Ban Wayfarer, aquele óculos de sol que todo mundo usa, sabe? Mas o dele era de grau, com a lente clara! Eu herdei o óculos e achei que seria um jeito não óbvio de fazer essa homenagem. Um mês depois do velório eu tava no estúdio fazendo essa tatuagem aí de cima. <3 Ufa, falei muito! haha Faz uns 3 anos que não faço nenhuma tatuagem nova, porque não tive nenhuma ideia de desenho. Pra mim, o desenho tem que vir antes da vontade de fazer, sabe? Mas estou sempre pesquisando referências! Por isso, resolvi mostrar pra vocês alguns estilos diferentes de tatuagens que eu amo e podem servir de inspiração pra quem está a fim de fazer! Old School
Contorno grosso, poucas cores, corações, caveiras, âncoras…
tattoos1

Pontilhismo
Você deve ter imaginado pelo nome, né? Nesse estilo, micro pontinhos (geralmente pretos) se juntam para formar os desenhos…demora hooooras!
tattoos2

Aquarela
Preciso explicar? haha
tattoos3

Realista/retrato
Aquele tipo que você não sabe se tá olhando uma tatuagem ou uma foto. :O
tattoos4

Agora me contem tudo: quem aí tem tatuagem? Quem quer fazer? Qual estilo vocês mais gostam? Quero saber! Espero que tenham curtido o post.
Beijo e até semana que vem!
Maqui

15 Comentários
Comentários

  1. Neuma West • 18 de janeiro de 2015 • 17:16

    Amei a postagem, eu também gosto muito de tatuagens, inclusive tenho duas, mas quem sempre fica no meu pé é minha mãe, ela gosta de tattoos.

  2. Julia Lorrane • 18 de janeiro de 2015 • 17:28

    Amei suas tattos!
    Quero muito tatuar umas coisinhas, tô buscando umas referências e pensando mais. Quem sabe esse ano ainda, né? haha

  3. William Moreira • 18 de janeiro de 2015 • 18:12

    Fiz uma tatoo recentemente com minha amiga de infância, e acredite, não me dei muito bem já na primeira, o tatuador é muito bom, mas acho que não tava muito inspirado no momento que sentou pra me desenhar. A tatuagem é pequena e é no dedo, mas eu amo ela mesmo tendo ficado um pouco torta, já até criei o significado, agora além de simbolizar minha melhor e maior amiga do mundo ela também quer dizer que os amores são imperfeitos, já que a tatuagem é um coração. :D ♥ E que venham as próximas.

  4. Priscila • 18 de janeiro de 2015 • 18:34

    Oi Carol! Adorei ❤️
    Sou apaixonada por tattoos! Tenho 9, todas com significados para mim.
    Duas dessas dediquei aos meus pais que tanto sinto falta, pois hoje moro em NY.
    Meu noivo é tatuador aqui!
    O insta dele é adrianomarquesnyc caso queira dar uma olhadinha para ter mais ideias

  5. Manu • 18 de janeiro de 2015 • 19:27

    To louca pra fazer uma tatoo mas ainda não sei o que!

    http://manucanielas.com/

  6. Melina Fernandes • 18 de janeiro de 2015 • 21:06

    Sou louca para fazer uma tatto desde sempre! Ano que vem vou fazer 16, então vou fazer minha primeira e provavelmente vai ser uma homenagem a Harry Potter, que mudou minha vida!
    Suas tattos são lindas, eu achei uma graça a do diabinho, mas com certeza achei que a mais linda é a homenagem a seu pai!

    http://girlsdetudoumpouco.blogspot.com/

  7. gabriel • 18 de janeiro de 2015 • 21:07

    Adorei o post, Maqui. Eu me interesso muito sobre tatuagem, sempre que sai algum post de alguem sobre isso eu vou correndo ler hahaha. Suas tattoos são uma graça! Eu amo essa das flores e a que vc fez pro seu pai. E sobre esses estilos que vc mostrou: eu ia fazer uma pontilhada, mas não sabia que demorava muito. Meus amigos falaram que era rapidinho, tenho que repensar agora haha

  8. Julia • 18 de janeiro de 2015 • 21:20

    Amei, Maqui!!!! AAAAmo tatuagens e tenho vontade de fazer logo umas 3.. hahahaah

  9. mari • 19 de janeiro de 2015 • 01:33

    maqui! amei suas tattos! mas nao tenho coragem nao hahahahah maqui, vc pode me tirar uma duvida? não é sobre tattos, mas sobre o continua… da karol, entao continua? hahahha beijos pro meu blog preferido <3

  10. Nathália • 19 de janeiro de 2015 • 10:40

    Adoreeeei! Tenho muita vontade de fazer mas confesso que tenho um certo medinho haha. Te adoro Maqui <3

  11. Paola Alves • 19 de janeiro de 2015 • 13:27

    Maqui, quantas tattos lindas! Acho que a realista/retrato são as mais difíceis e arriscadas né, tem que ser um tatuador BOM ao cubo! hahahah http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  12. vanessa • 19 de janeiro de 2015 • 13:57

    Adoro tatuagens, mas acho que não teria coragem de fazer de verdade(Já fiz de rena ‘haha). Maqui faz um post indicando os melhores editores para fazer montagens em fotos, tipo pra blogs.

  13. Camila Kellen • 19 de janeiro de 2015 • 14:17

    QQue lindaas <3
    Eu optaria pelas mais delicadas, sabe? Até porque eu soou minúscula. Essas de retrato nunca que teria coragem de fazer.
    http://www.iamcamilakellen.blogspot.com

  14. iara nobre • 20 de janeiro de 2015 • 01:54

    Amei Maqui, tenho três tatoo e a minha primeira foi igual você sem nenhum sentido mas como eu queria por que queria uma tatuagem fui la e fiz rsr.

  15. Mila • 20 de janeiro de 2015 • 10:14

    Aiiii sempre quis fazer tattoo, sempre falava que ia fazer e tinha medo de me arrepender. Depois de mais ou menos 2 meses que meu pai faleceu fiz a minha primeira tattoo pq sabia que não ia enjoar nunca!!!
    Uma frase com a letra dele e os batimentos cardíacos copiados de alguns últimos exames!!!

    Beijão e obrigada por compartilhar as histórias das suas tattoos!