Últimos Vídeos
Fofuras

Acredite: sua vida pode ser legal mesmo longe da Netflix!

Não desista de ler esse post por causa do título: dou minha palavra que vai valer a pena! 

Olha, eu sei, eu sei, esse é aquele tipo de conteúdo que, quando a gente bate o olho logo pensa: “aham, tá bom!”. Mas cara, eu me sentiria extremamente triste caso não o fizesse. Sabe porque? Pois deu certo pra mim! De verdade mesmo. Na prática.

Não acho que você precise desligar a Netflix caso não queira e também não acho que só quem seguir essas dicas será feliz. A real é que cada um sabe o melhor jeito de viver sua própria vida. Mas como estou aqui, no Youtube e nas redes sociais me propondo sempre a compartilhar tudo de mais legal que descubro, porque não fazer o mesmo com possibilidades de vida offline?

longenetflix1

Boas histórias
Sou e sempre fui apaixonada por velhinhos. Sério. É só me colocar perto de um idoso para o dia ganhar outra cor. Quem tem mais história para contar do que eles? Quem tem a imaginação mais fértil do que eles? Quem pode te ensinar mais do que eles? Pensando nesse amor todo, resolvi fazer algo completamente inédito pra mim: trabalho voluntário. Pesquisei na internet, descobri o Projeto Velho Amigo e, logo, logo, serei ouvinte (e porque não amiga) de um monte de moradores de um asilo. Um misto de ansiedade e expectativa está tomando conta de mim há dias e, sem brincadeira: me sinto mais feliz desde o momento em que essa busca começou. Já tinha lido muito sobre voluntariado antes, mas não serei hipócrita em dizer que havia cogitado fazer também. Sei lá, parecia não ser algo pra mim. Que bom que as coisas mudam e um empurranzinho qualquer pode transformar sua visão de mundo. A dica está clara, né? Crianças, animais, idosos, moradores de rua… Descubra quem precisa da sua ajuda e de quem você precisa ajudar para ser uma pessoa melhor.

longenetflix2Foto: Vibe de Nomads

Grandes aventuras
Tá, a gente concorda que viajar é uma das coisas mais legais da vida. Tá, a gente concorda que é preciso tempo (e grana) pra isso. Não anda rolando nenhum dos dois? Cara, apenas viaje na sua cidade. Tó falando sério! Resolvi fazer, pela primeira vez, em São Paulo, o que faço sempre que vou conhecer um lugar novo. Museus, pontos turísticos, restaurantes, lojas… O básico que sempre acabava esquecido por causa das minhas óbvias idas ao shopping ou lugares perto de casa. Descobri que não conheço absolutamente nada do lugar que nasci!

longenetflix3Foto: Pinterest

Imagens lindas
Eis que a Karol que vos fala já anda sonhando em me escrever nos programas de culinária amadora da televisão! hahaha Pra quem não sabia nem fazer arroz, minha gente, tô parecendo chef de restaurante chique. É certo que cozinhar seguindo as dicas de um vídeo nainternet é maravilhoso, mas e quando você descobre o caderninho de receitas da sua mãe? Aí, minha gente, é diversão garantida na cozinha. Também valem livros ou, se você for do tipo ousadia e alegria, misturas baseadas na intuição. A comida da gente tem sempre outro sabor. A minha, no caso, traz aroma de vitória!

longenetflix4

Estrela principal
E daí logo eu, youtuber, que comecei fazendo vídeos tutoriais na internet vou falar para você ir pora frente do espelho sem minha companhia? Vou sim, senhora! Foi assim, olhando meu reflexo e somente o meu reflexo no espelho que aprendi muito do que sei sobre auto-maquiagem. Menina, vá descobrir seu rosto! Traçar o delineado mil vezes até perceber que para o seu olho o traço funciona melhor se for feito de uma vez só. Vá misturar batons e colorir os lábios até perceber que sua criação de nude é a que fica melhor para seu tom de pele. Vá conhecer cada pedacinho da sua melhor amiga! Quando a gente desconecta, entra em contato com o que há de mais preciso nesse mundo: nós mesmos! =)

49 Comentários
Comentários

  1. Gabriela • 21 de setembro de 2016 • 21:34

    Karol amei o post e assino em baixo de todas as dicas, a uma tempo passei por problemas com baixa auto estima, depressão, sindrome do panico e apesar de adorar ficar conecta, quando resolvi me permitir ficar off e fazer todas essas coisas como ajudar alguém, conhecer um lugar novo, mesmo que do lado da minha casa e eu nunca tive coragem de ir, aprender a cozinhar me fizeram muito feliz e um bem enorme, uma melhora maior que com qualquer terapia haha e com certeza agora a próxima vai ser ir na frente do espelho e tentar aprender a fazer uma make como eu gosto….beijos e parabéns pelo trabalho .

    • Resposta da Karol • 24 de setembro de 2016 • 14:19

      Gabi, que demais ler isso! Redescobrir os pequenos prazeres da vida de alguma forma é redescobrir a si mesma, né? Arrasa! :)

  2. Julie Larissa (@raposa_karol) • 21 de setembro de 2016 • 21:47

    Eu sempre gostei da ideia de fazer trabalho voluntário que envolvesse crianças e/ou animais, mas sempre acabo deixando pra depois e nunca procuro, e admito que não conheço nada do meu lindo Recife! Vivo dentro de casa- escola- casa! Mas vou deixar a preguiça de lado e se/quando conseguir conto tudo pra ti, posso? Xoxo! Amei as dicas! Acho super legal, pois não é só de internet que vivemos !

  3. Hanna • 21 de setembro de 2016 • 21:50

    Oi Karol :)
    Achei muito bom esse post porque é a mais pura verdade! Em breve serei fisioterapeuta e não tem coisa mais linda de ouvir os vôzinhos e vózinhas. Eu pelo menos comecei a enxergar as coisas e as pessoas de outro jeito, dar o nosso ombro amigo e ser uma boa ouvinte é o que eles mais querem. Você vai gostar muito em ser voluntaria, e eles mais ainda :)
    Beijoss Hanna

    • Resposta da Karol • 24 de setembro de 2016 • 14:20

      Ai, nem me fala, tô tão ansiosa pra começar!! Com certeza vai ser um aprendizado.

  4. Ana Luiza • 21 de setembro de 2016 • 22:19

    YAAY! Que legal esse novo post Karol!
    As vezes muitas pessoas se esquecem que existe vida sem a Netflix, e que essa vida pode ser engraçada, diferente, animada, apaixonada, e muito intensa como nos filmes e séries, só que nas nossas próprias vidas!

  5. Lorraine Faria • 22 de setembro de 2016 • 09:35

    Ai Carol, que texto lindo! Esses últimos dias passamos a conhecer melhor nosso bairro, ir ao Sesc (700m de casa e em 2 anos nunca tínhamos ido) e só conseguia pensar: caramba, quanto tempo eu perdi!!! Tem tanta, tanta coisa legal para a gente ver e conhecer, tantas pessoas para interagirmos… realmente, temos que nos desligar um pouco mais e curtir melhor nosso tempo!

    • Resposta da Karol • 24 de setembro de 2016 • 14:20

      Que demaaaais! A programação dos SESCs costuma ser muito legal mesmo.

  6. Jaque Rangel • 22 de setembro de 2016 • 09:43

    Ka, que post maravilhoso ameiii bjãooo

  7. Allana Império • 22 de setembro de 2016 • 10:01

    Bem, para mim está tudo fácil pois não tenho Netflix (siiim, é possível). Mas achei bem legal principalmente a ideia de se voluntariar para passar um tempo com os velhinhos, eu particularmente adoro quando vou visitar meus bisos(bisavós ) e eles começam a me contar histórias e mais histórias.
    Beijos!

    Blog Insaturada
    Facebook
    Instagram do blog
    Instagram Pessoal

  8. Taís • 22 de setembro de 2016 • 10:26

    Parabéns Karol, sempre inspirando. Faço trabalho voluntário, a gente sai renovado e fica contando as horas para retornar na semana seguinte, é muito bom. As outras dicas são ótimas também, às vezes nem sabemos a história da nossa cidade, aqui onde moro fazem um tour pelo centro da cidade mostrando a arquitetura e suas histórias. Poderias fazer mais videos tipo Karol na cozinha, adorei os que vi. Continue assim autêntica. e maravilhosa. Bjs

  9. Priscila • 22 de setembro de 2016 • 11:41

    Oi Karol, quando li o titulo, achei estranho e não iria ler o post porque ainda não me rendi ao Netflix. Mas, quando você falou que valeria a pena, eu pensei bem não deve ter haver só com o assunto e gostei muito dessa sua iniciativa de ajudar outras pessoas a sair um pouco do mudo virtual (não só o netflix). Eu também faço trabalho voluntário. E sempre me deu muito prazer. e sobre conhecer a nossa cidade… temos o privilégio de morar em cidade grande e sempre tem algo novo para conhecer. Linda sua foto como estrela principal.
    beijos

    P.S.: Acho que se nos conhecessemos poderíamos ser amigas, porque temos bastantes coisas em comum.

  10. Bruna De Ávila da Silva • 22 de setembro de 2016 • 12:23

    Obrigada por esse texto Karol, estava precisando ler isso.

  11. Stephanie Emily • 22 de setembro de 2016 • 13:10

    Woou que demais!!
    Amo quando você faz esses textos que nos faz refletir Ka! Sensacional!
    Alguns amigos e eu vamos fazer um trabalho voluntario em um orfanato, estamos muito ansiosos e com sentimentos muito parecidos sobre esse assunto Karol! Quero muito brincar com as crianças, ouvi-las, pois sei que elas também tem muita a dizer! Queremos muito ir em um asilo também! Será nosso próximo destino!!

    Obrigada por esse texto!
    Beijão, adoro vc! <3

  12. Stephanie • 22 de setembro de 2016 • 14:32

    Post lindo! Parabeeeeeeeéns!

  13. Gabriela • 22 de setembro de 2016 • 15:40

    Cozinhar é sempre uma otima coisa para se fazer offline! http://www.alemdolookdodia.com

  14. Lívia Santana • 22 de setembro de 2016 • 16:41

    Karol, vem cá me dar um abraco sua linda !! Amei o post e concordo plenamente com tudo. Muito bonito vc comecar a buscar as coisas, no lugar de ficar em casa. Busco muito isso para minha vida e vc me inspira. :*

  15. carol sena • 22 de setembro de 2016 • 18:24

    aii amo ouvir gente mais velha, meu avo passavas horas contando pra gente as aventuras que ele viveu <3
    eu acho que se pudesse viver viajando seria uma pessoa muito feliz mesmo!

    Blog Entre Ver e Viver

  16. Eliane • 23 de setembro de 2016 • 09:33

    KAh Bom dia, amei o post.
    Sinto o mesmo pelos idosos…. Nossa quem tem mais historias pra contar que eles. Historias divertidas ou nem tão assim… Não tive muita convivência com meus avós. Enfim beijooo

  17. Isa Antunietti • 23 de setembro de 2016 • 13:18

    Cara, eu não canso de repetir.. eu AMO seus textos, e acabei de perceber que não terminei de ler o seu livro!! :O :O Não estou me perdoando por isso!!

  18. Thamís • 23 de setembro de 2016 • 16:39

    Que lindo texto, Karol! Amei, bem inspirador. Amo ler sobre esse tema “amor próprio”, “cuidados”, “espalhando amor”, etc etc. Espero que o passeio por sua cidade e o trabalho voluntário que você vai fazer lhe deixem bem, bem, bem contente e completa. Abração! :)

  19. Tamile • 24 de setembro de 2016 • 23:09

    Melhor post que você já escreveu! :)

  20. Gabriella Cristina • 26 de setembro de 2016 • 10:15

    Que texto maravilhoso e simplesmente inspirador! Ka, amei e acreditei em cada palavra deste post e realmente me fez ter uma visão diferente das coisas. Nada melhor do que aproveitar a vida e viver da maneira possível. Já te admirava como pessoal e como profissional a anos, e depois deste texto essa admiração só cresceu. Estou encantada! Um beijo para você e pra Maqui!

  21. Èrika Mentzingen • 27 de setembro de 2016 • 13:42

    Acho que esse foi o melhor post de todos aqui do blog! Não acompanho o blog há muito tempo (só faz 1 ano) mas cada vez que eu entro e vejo um post com o qual me identifico transborda felicidade. Amo o seu trabalho, seus textos são ótimos! E confesso que chorei de emoção lendo o seu texto sobre o Cookie no livro! rsrs ainda não finalizei a leitura mas estou amandando!
    Parabéns pelo trabalho incrível =)

  22. Blog cabide feminino • 13 de outubro de 2016 • 11:26

    Olá xará.. que texto lindo e inspirador. Parabéns viu? Que Deus te proteja sempre.

  23. Emmanuella • 31 de outubro de 2016 • 22:50

    Que post maiss lindo <3 É tão bom se reconectar com as coisinhas simples… e procurar deixa nossa própria história mais colorida <3

  24. Clara • 04 de novembro de 2016 • 20:43

    YAY KAROL! Esse post me emocionou pra valer, eu também adoro velhinhos e até pensei em trabalho voluntário no asilo da minha cidade, mas assim como tu ”não era pra mim”, mas agora me senti TÃO MOTIVADA que vou o mais rápido possível me informar sobre o voluntariado e sobre o asilo… sem contar que gosto muito da cozinha, mas não me aventuro muito por lá por motivos de: não tem motivo nenhum (confesso) e a dica de conhecer o nosso rosto, a nossa cidade, nós mesmos… um post tão simples que mexeu tanto comigo.
    Com amor (e muita motivação!), Clara.

  25. Katia • 10 de novembro de 2016 • 19:03

    Olá Karol muito legal seu post de verdade … inspirador, não costumo comentar em posts ou videos … mas a pouco tempo tenho acompanhado você principalmente no youtube e você é muito legal, divertida, contagiante … adoro os seus vlogs de viagens apesar de nunca ter viajado pra fora do Brasil através dos seus vlogs conheço um pouco do mundo lá fora kkk
    muito sucesso sempre !!
    beijos pra vc pra Maqui e pro lindo do Cokkie kkk

  26. Manu Valverde • 21 de novembro de 2016 • 01:16

    Karol, que delícia de post inspirador. Há muitos anos penso em fazer trabalho voluntário e ler esse post me deu mais inspiração. Amei também a dica de viajar na nossa cidade. Você (e a Maqui, claro) são demais <3

  27. Gabriela Moraes • 23 de novembro de 2016 • 22:04

    Amei esse post, Karol! Ajudou muitoooo =)
    Não acompanhava o seu blog, apenas o canal…Mas vim dar uma olhada e estou AMANDO!!!

  28. Gabriela Lua • 11 de dezembro de 2016 • 00:47

    Leio teu blog e tenho vontade de comentar em absolutamente tudo, depois desse texto então, parei de me segurar. MELHOR PESSOA DESSA INTERNET! <3

    Beijo sua linda

    http://www.luaeomundo.com

  29. Milena • 25 de janeiro de 2017 • 07:36

    No meio de tanta vida online, alguém precisa blogar pedindo pra gente sair um pouco das internete e viver a vida, vê se pode isso hahahah adorei o post, de verdade. A minha cidade é pequena e sem muita coisa pra fazer, mas moro há uma horinha de Porto Alegre e não vai me cair um braço pegar um ônibus e ir turistar na capital, né? Já tô ansiosa, rs.

    literarizandomomentos.blogspot.com