Últimos Vídeos
Moda

Muitas ideias para usar o tom de verde que será a cor de 2017

Vocês já viram por aqui em 2015 e em 2016 que a Pantone, empresa que criou a escala de cores mais famosa do mundo, elege religiosamente os tons que vão bombar em nossas vidas anualmente. Pra não perder o costume, cá estou eu mostrando o que possivelmente amaremos em 2017. Só que…

…Mano, é um verdão! Juro, juro mesmo! hahaha Meu primeiro impacto foi pensar que eu jamais gostaria dele, mas aí comecei a pesquisar imagens legais para esse post e…tá, a Pantone arrasa! hahaha Atenção para a justificativa da escolha feita por Leatrice Eiseman, diretora executiva do Pantone Color Institute: “Essa é a cor da esperança e da nossa conexão com a natureza. Nos remete à regeneração, revitalização e renovação”.

Greenery (sim, o verde tem nome, minha gente), já está entre nós, mas agora chegou a hora dele brilhar de verdade. Vai vendo!

Na moda

Vai dizer que todas essas produções não ficaram diferentonas e interessantes justamente por causa da cor?!

Na beleza

Dá pra ficar bonito. Juro! Juro! Juro!

Ou ainda…

hahahha Brinks!

Na decoração

A dica é misturar com tons mais sóbrios. Não sabe se vai se acostumar? Deixe o Greenery para os detalhes ou para as plantinhas!

Ficou a fim de levar a cor para a sua vida? Pode clicar, comprar e ser feliz! =)

1. Sombra marmorizada Verde Liberdade – Natura – R$39,80
2. Candelabro de alumínio pra 5 velas – Americanas – R$170,99
3. Caixinha de som bluetooth – Americanas – R$289,99
4. Batom Wild Extract – MAC – R$74
5. Óculos de sol dobrável com lente espelhada – Rayban – R$477
6. Almofada Pantone Greenery – Mercado Livre – R$39,80
7. Vestido floral de alcinha – Farm – R$180,90
8. Alpargata com estampa de cactos – Perky – R$139,90
9. Esmalte Go Go Green – Maybelline – R$11,30
10. Tinta para cabelo semi-permanente Lemmon – Candy Color – R$29,99
11. Copo de vidro – Collector55 – R$30

Pode ficar tranquila: eu também amei! hahaha Confesso que, à primeira vista, as cores escolhidas pela Pantone no ano passado me pareceram bem mais usáveis, mas sabe como é, basta abrir a mente para o novo e ser feliz!
Beijos, beijos

26 Comentários
Divers

10 músicas para: nunca esquecer 2016

Adeus ano velho, feliz ano novo… hahaha Ai, eu sei, que breguice, mas é que simplesmente não consigo pensar em virada de ano sem pensar em música e daí que me vem logo essa na cabeça… Mas calma que tem mais! 2016 vai ficar para sempre em nossas memórias através de alguns hits. Dúvida? Vai vendo…

Sério, pode apostar comigo: todas as vezes em que alguma dessas 10 canções tocar, você vai lembrar de: um lugar, uma comida, um amigo, um momento, um amor, uma viagem que rolou em 2016!

9 Comentários
Delícias, Vida Real

Eu continuo a mesma, mas a minha alimentação…

…precisou, sim, p-r-e-c-i-s-o-u sofrer mudanças drásticas! Resolvi escrever esse post pois, como tudo o que acontece na minha vida, quis compartilhar com vocês um momento transformador! Senta que lá vem textão.

Tá, vocês já me conhecem! São posts e mais posts declarando meu amor aos hambúrgueres, Nutella, batata frita, sorvetes, pizzas, refrigerantes, bolos, doce de leite, massas… A vida inteira fui do tipo que nunca se importou com o que ia comer: era sempre o que eu estivesse a fim e pronto (as saladas, frutas e verduras, por exemplo, nunca estavam nessa lista!).

reeducacao1

Eu cresci, amadureci, mas a alimentação continuou a mesma. Veja bem, nunca me importei muito com a opinião alheia, digo de coração aberto: se eu estava me sentindo bem com meu corpo e podia comer o que quisesse, por que não? Bastava estar feliz e pronto.

Acontece que os sorrisos começaram a sumir do meu rosto por causa das dores de cabeça constantes, cansaço que insistia em não ir embora, dores de estômago chatíssimas… Resolvi procurar um médico até descobrir que as minhas escolhas me levaram até esse ponto. Meu percentual de gordura corporal estava muito, muito, muito acima do que deveria estar.

Levei um baita susto, fiquei preocupada, resolvi que precisava mudar. Mas como? Seria impossível me livrar dos maus hábitos alimentares que sempre acompanharam meu dia a dia. Que nada! Junto com a equipe da Clínica Seven, descobri um jeito diferente de comer.

reeducacao2

Só pra deixar bem claro: não, de jeito nenhum pretendo parar de comer tudo o que amo (pode escrever aí: serei uma velhinha amante do fast-food), mas precisava aprender. A dar valor para o que coloco dentro do meu organismo, a ter hora certa para me alimentar, a curtir a comida de verdade, sem que ela possa me causar qualquer tipo de mal estar depois.

Junto com médicos e nutricionistas, entendi a importância de seguir uma dieta regrada no começo, para, depois, ir adaptando minha rotina e gostos numa vida um tiquinho mais equilibrada. O resultado? Um cardápio cheio de gostosuras que eu nem sabia que existiam (que ilustram este post e foram feitas especialmente pelo meu Masterchef preferido: meu boy! hahaha).

reeducacao3

Se está sendo fácil? Não, não está! Lenbro do gostinho daquele bolo maravilhoso que eu costumava comer toda quinta feira, sonho com uma piscina de brigadeiro particular, imagino que seria mais completa se pudesse me jogar de cabeça na fritura. Mas aí eu paro, penso, e entendo que, logo na primeira semana, além dos quase 3Kg de cordura corporal eliminados, deixei pra trás também um estilo de vida que estava me prejudicando agora e que, com certeza, faria ainda mais mal no meu futuro. Pra que?

Querida leitora (e leitor), eu não acho que ninguém precisa fazer absolutamente nada nessa vida só porque parece o certo. Correto mesmo é a gente fazer aquilo que acredita ser o melhor para cada um de nós. Exatamente como eu decidi agora. Obrigada por estarem comigo nessa! =)
Beijos, beijos

37 Comentários