Últimos Vídeos

3 fotos: Música e make

3fotos1
Acordei com o porteiro avisando que havia chegado uma caixa pra mim. OBA! Ganhei a nova linha de maquiagem da Mary Kary, MaryKayAtPlay. São 4 batons, 4 lápis sombra, 4 gloss e 4 paletas de sombras metálicas. As cores são absurdas de lindas. Prometo fazer resenha depois.

3fotos2
Apenas morri de felicidade quando, no restaurante, a garçonete ofereceu como bebida Tubaína. É raro achar nos lugares e, sério, alguma de vocês já provou? Doce, doce, doce e delícia!

3fotos3
Ter namorado músico é isso aí: dar rolê nas lojas de instrumentos músicais da rua Teodoro Sampaio, em São Paulo. Ele não sabe, mas enquanto olhava as lojas, fiquei imaginando como seria minha vida caso eu fosse uma cantora famosa e… Ok, parei de sonhar! hahaha

7 Comentários
Moda

Look da Ka: jeans com jeans

Sabe aquele dia em que você quer se vestir rapidinho, mas não quer que ninguém saiba disso?
Jeans com jeans, minha gente!

Amo a combinação com tons de azul bem parecidos e amo mais ainda quando as cores são diferentes. Essa minha camisa é tipo amor da vida toda para todo o sempre. Aliás, preparem-se: vocês verão ela muitas vezes por aqui! hahaha

jeanscomjeans1
jeanscomjeans2-detalhes

Quase sempre, escolho acessórios coloridos para combinar com o jeans, mas, dessa vez, fui no óbvio mesmo…

jeanscomjeans2

1. Camisa jeans – Luigi Bertolli
2. Pulseira com berloques – Vivara
3. Bolsa de couro –Brechó em Buenos Aires
4. Calça jeans skinny – Topshop
5. Bota – Ramarim

23 Comentários
Continua...

Parte 2: O resultado

Aqui, é você quem escreve comigo. Vote e a história Continua…

1240318_568628593184734_1582262413_n

Se você já amou alguém, sabe como foi que eu me senti com essa ligação. O Bruno era, definitivamente, o amor da minha vida. Quer dizer, até aquela madrugada de domingo em que descobri que nada mais seria igual.

Os olhos verdes, o cabelo encaracolado, a voz suave, o sorriso de cantinho que fazia com que o meu mundo parecesse muito mais bonito… Ainda lembro a primeira vez que nos beijamos. Dia 1 de fevereiro, no cinema. Ele sentou na cadeira ao meu lado, 10 minutos depois falou baixinho no meu ouvido que me adorava, 20 minutos depois pegou a minha mão, meia hora depois chegou pertinho do meu rosto, afastou os fios da minha franja e me deu de presente o melhor beijo que uma garota pode ganhar. Aquele que encaixa perfeitamente. Tive até que assistir ao filme O Lado Bom da Vida em casa depois para poder comentar com a turma.

“Acabou, Bruno! Pra sempre!”.

Essas foram as quatro únicas palavras que meus lábios conseguiram pronunciar.

Eu não podia contar para ele o motivo. Dizer o que aconteceu no domingo. Revelar o que me fez matar aula nessa segunda. Eu não podia. Eu não queria.

Deitada de bruços na minha cama, imaginei como seria mais fácil encarar uma traição. Sim, é isso mesmo. O que eu estava vivendo era muito pior do que ter visto o cara por quem eu era apaixonada desde os meus 13 anos com outra. Era muito pior do que eu poderia suportar hoje, com meus 17 anos.

Depois de respirar fundo, peguei dentro da mochila o exame de gravidez que comprei na farmácia perto da escola. Eu precisava ser forte.

Carregando ... Carregando ...

Leia também:
Parte 1 – O sinal

19 Comentários