Últimos Vídeos
Moda

Look da Ka: Mini saia jeans e sandália setentinha

E pela primeira vez na vida, encontrei a mini saia perfeita pra mim. O resultado? look no blog, obviamente! hahaha

looksaltopreto9

Aí vai a confissão de uma garota que tem bundão: nenhuma mini saia jeans fica boa em mim. Sério. Vou explicar! O que acontece é bem simples: por motivos óbvios, a parte de trás acaba sempre ficando mais curta do que a da frente e, bom, qualquer movimento e a pagação de calcinha é um risco. Até que encontrei esse modelo maravilhoso que tem mais tecido na parte de trás. Porque ninguém nunca pensou nisso antes, me diz?! hahaha

looksaltopreto3

looksaltopreto7

looksaltopreto6

Aí, e o amor sério que estou com essa sandália? Tá vendo o salto grosso que desce até os dedos numa plataforma?! Típico dos calçados usados pelas mulheres nos anos 70 que, além de confortáveis, são óoootimos para deixar a gente um pouco mais alongada. Ahhh, a tira fininha que amarra no tornozelo vai estar em quase todos os calçados que prometem bombar no verão 2017.

looksaltopreto5

looksaltopreto8

Tcho só falar mais uma coisa antes de terminar? Nunca pensei que amaria tanto uma bolsa que não fosse preta/nude/marrom! hahaha Juro, qualquer look mais ou menos fica lindo quando arremato com esse vermelhão. Aliás, estou querendo investir num segundo modelo colorido e preciso saber: em qual cor vocês apostariam? Estou tendendo para o amarelo, mas será?

looksaltopreto4

looksaltopreto2

1. Tricô fininho com fenda – Zara
2. Colar – Forever 21
3. Mini saia jeans – Riachuelo
4. Relógio – Bulova
5. Bolsa vermelha – Gucci
6. Sandália setentinha – Dafiti

34 Comentários
Divers

10 músicas para: ir decorando até o verão 2017 chegar

A época mais divers do ano está chegando. O que isso quer dizer? Que além dos posts reclamando do calor no feed do nosso Facebook (hahaha), também estão prestes a dar as caras o sol, a praia, a piscina… e aquelas músicas que vão grudar na cabeça até o frio resolver aparecer. Me adiantei por aqui e apostei em 10 canções que eu prometo: vão alegrar sua vida desde já! hahaha

Rapaiz…. eu já to em pé decorando as dancinhas enquanto escrevo esse post (opa, quase deixei o computador cair! Juro! hahaha). Curtiram? Quem mais aí se deixa levar e, mesmo que não coloque esse tipo de música sempre para tocar, adora aproveitar o verão assim, feliz!?
Beijos, beijos

10 Comentários
Vida Real

Escola de quem quer aprender a se virar

Daí que começaram a surgir vários posts no feed do meu Face em que eu só conseguia ler “Escola de princesas” logo no título. Opa, péra, eu adoro a Disney, sempre fui louca pelas histórias dos contos de fada que cresci ouvindo, cliquei. Aí cliquei de novo, e de novo, e de novo…

escolaprincesa2

Resumindo: depois de ter franquias em 4 cidades diferentes do Brasil, a “Escola de Princesas” chegaria à São Paulo e, junto com ela, uma chuva de matérias e posts daquele tipo que a Internet adora, cheios de críticas, questionamentos e opiniões pessoais.

Eu não sou o tipo de pessoa que participa desses movimentos. Sério! Trabalho com internet, estou conectada durante todas as horas em que permaneço acordada e sim, leio bastante coisa do que é publicado, mas dificilmente faço algum “textão”. Acho mesmo que inteligência também é saber não opinar sobre tudo o tempo todo.

Mas dessa vez eu quis muito falar!

A tal escola é para meninas entre 4 e 15 anos e promete “levar ao coração valores e princípios morais e sociais que as ajudarão a conduzir sua vida com sabedoria e discernimento. É tratar a todos com bondade e generosidade, ter valores e princípios imutáveis independentes de modismos, assim como acreditar apaixonadamente em si mesma e em seus sonhos”, como está descrito lá no site oficial do lugar. Mano, sem sacanagem, eu achei legal! Acho que todas essas características são incríveis para princesas, príncipes, rainhas, sapos, duendes, gnomos e qualquer outro ser que se preste. Mesmo.

Daí dei o play num vídeo institucional e… Uma enxurrada de rosa, coroas, fru-frus e tudo aquilo o que, hoje em dia, não se apoia uma garota a gostar unicamente. Pesquisei mais um pouco e: aulas de culinária (pelo que vi, na real, você sai de lá sabendo fazer cupcake), maquiagem, costura, boas maneiras à mesa… de novo, sem sacanagem: eu achei legal! Tudo isso é o tipo de coisa que aprendi. Com a minha mãe, meu pai, com a internet, com amigos… Fato é: aprendi o que quis, quando quis e ainda vivo as consequências disso.

Tá, agora qual a grande questão? Estamos num momento de luta pela igualdade de gêneros e a ideia de pagar uma fortuna (o valor do curso completo gira em torno de R$1.200) para enfiar sua filha/sobrinha/irmã/etc num troço desses parece incabível. Onde já se viu mulher que só sabe cuidar da casa e ficar bonita para conseguir (ou manter) um bom marido?! Mas e se a escola fosse toda colorida ao invés de cor-de-rosa? E se a criança pudesse optar por aprender desenho ao invés de maquiagem? E se aceitassem meninos também? E se o projeto se chamasse “escola de quem quer saber se virar” (porque me perdoem, mas quem não quer?). Ok, já entendi, aí não haveria motivo para esse e tantos outros posts.

escolaprincesa1

Eu (EU. EU. EU. EU. E você não precisa concordar com isso) não vejo mal em uma garotinha sonhar ser princesa. Sempre quis ser a Bela porque ela já tinha lido todos os livros da biblioteca e, se a gente for assistir ao que hoje em dia é lançado com a temática no mundo, vamos, sim, ver um monte de princesas desajeitadas, que fazem escolhas erradas, que lutam pelo que querem e tantas outras coisas que a gente sabe: vão ajudar a formar uma ideia muito mais real do que é ser uma adulta legal.

Mas a verdade é que o lance todo bate na mesma tecla: não somos SÓ isso. Só donas de casa. Só boas em manter marido. Só femininas. Essa escola não é a única coisa que a menininha deve fazer e o único lugar que deve frequentar durante a infância! Eu sei, exatamente, como uma princesa deveria ser. Eu, apesar de adorar cuidar da minha casa, também falo palavrão. Apesar de amar maquiagem, rôo unha o tempo todo. Apesar de me considerar uma princesa, também sei ser bruxa.

Só pra terminar? Acho que seria legal ter estado numa escola que me ensinaria o que, mais tarde, eu lembraria quando estivesse num jantar importante de negócios, desde que ninguém me impedisse de expor todas as minhas opiniões durante a reunião. As fórmulas de química que aprendi, confesso, hoje em dia não uso pra nada!

62 Comentários