Últimos Vídeos
Vídeos

Vídeo: vamos falar sobre término de namoro?

Desde que gravei aquele vídeo com uma conversa sincera sobre o amor, recebo mensagens de meninas me agradecendo. Olha, antes de qualquer coisa preciso contar aqui que não, não sou psicóloga. Mas, apesar disso, trabalhei durante 7 anos na editoria de comportamento da revista Capricho e, por essas e outras, ADORO falar sobre sentimentos (afinal, são eles que movem nossas vidas e nos transformam em quem somos!). Bem, pensei muito no motivo que levou minhas leitoras a me escreverem agradecendo e juro que a minha conclusão só me deu ainda mais vontade de sair gravando vídeos aleatórios sobre o que rola com os nossos coraçõezinhos. A verdade é que, haja o que houver, estarei aqui para vocês!

Dessa vez, peguei carona com meu momento atual e resolvi que o assunto seria término de namoro. Dá pra viver e sobreviver a ele (juro!).

Assista aqui:

Sabe que assistindo ao vídeo agora, fiquei pensando no quanto queria poderia conversar com cada pessoa que está do outro lado da tela vivendo a mesma situação! VEM GENTE! Vou esperar de verdade os comentários, viu!
Beijos, beijos

43 Comentários
Comentários

  1. Isa • 22 de maio de 2015 • 14:52

    Karol quando assisto seus videos, me vem aquela imagem de cena de filme, das amigas sentadas no quarto hoooras batento papo sabe? você é tão intima da gente! Continue sempre assim. Beijão

  2. Gabi • 22 de maio de 2015 • 15:17

    Todo mundo passou ou passará por isso, mas é bom pensar que se acabou é pq não era para ser (conselho da minha mãe). Hoje sou grata pelo término que me permitiu após um tempo conhecer o amor da minha vida =)
    Se você terminou curta sua fase para você e quando menos vc espera e quando menos está procurando vc encontra.

    Karol vc é linda e tem muita coisa p viver antes de constituir sua família.

    Um beijão

  3. kelly Melchiades • 22 de maio de 2015 • 15:19

    Cada dia que passa te admiro mais, tu é foda! E a maqui tbm :D ! <3

  4. Flávia Rodrigues • 22 de maio de 2015 • 15:24

    Karol, obrigada por ter me ajudado, minha BBF acabou de terminá um relacionamento de 1 anos e eu já não sabia o que dizer para ela e você como sempre me ajudou.

  5. Gláucia • 22 de maio de 2015 • 15:33

    Karol kerida <3, Fantástico esse vídeo!!!!
    Estou passando exatamente por essa fase, passando pelo passo da aceitação, que foi bom mas que sim…estou melhor sem ele!FATO Me permitindo sentir isso sabe, com maturidade sem culpa ou ilusões…rs
    Ouvindo no 12 aquela música "saaaaaaaaabe aquele gelo que você me deu….eu to tomando ele na balada com wisky e red bul bul bul…."hahaha se nunca ouviu, ouça! (ta tendo pecuária aqui em Goiânia, graças a Deus!kkkkkk
    Acredito que tudo nessa vida tem a importância que você dá, busco sempre ter pensamentos positivos sobre tudo, cuidar de mim, da minha vida, o restante vai acontecendo naturalmente!
    Então…sou sou feliz, alegre e forte, tenho amor e muita sorte!!
    Beijo grande!!!
    Obs.:Amaaaaaaaaaando seu batom, comprei e uso sempre!!!

  6. Mi Azevedo • 22 de maio de 2015 • 16:16

    Owwn… você é demais, sabe qual é a melhor parte de falar sobre comportamentos e não ser psicóloga? É poder falar verdadeiramente o que você sente e gostaria de falar, sei disso porque estou no último ano da facul e preciso ficar medindo minhas palavras e pensando no impacto que ela vai causar frente a profissão. Não vejo a hora de terminar e poder viver tranquilamente sem esse peso, trabalhando apenas com minha loja e o blog. Seus conselhos foram ótimos, tenho certeza que vai ajudar muita gente. Mega beijo sua linda!

  7. ALINE • 22 de maio de 2015 • 16:19

    É por esses e outros motivos que gosto muito do seu trabalho Karol, blog, youtube TUDO porque além de falar de moda e todas outras coisas legais, você também é sincera e fala mesmo, admiro muito isso. E sim, é possível viver pós término de namoro, também já passei por isso e não é fácil, mas a gente sobrevive ♥ Bjos

  8. D. Cândido • 22 de maio de 2015 • 16:31

    Oi Kah, então estou passando por isso também. :/

    Sabe quando vocês dois brigam, e ele não te atende, visualiza seus whats mais não responde. Pois é ai depois de dois dias, ele diz que é melhor você fica um tempo distante e quando der vocês conversam. Isso é tipo um que? a) ACABOU? – b) DA UM TEMPO? – c) OU ESPERA AI QUE EU VOU CUIDAR DA MINHA VIDA ENQUANTO VOCÊ ME ESPERA? ;(
    Sei lá, Kah. Porque é tão difícil esses tipos de relacionamentos que você nem sabe o status que você esta.
    Eu e ele, estávamos brigando muito ultimamente. Brigávamos ele se distanciava eu corria atras, ai ele dizia que ia dar mais uma chance. Ai ia lá, acontecia mais uma, mais uma, mais uma a mesma coisa. E Acho que ele acabou cansando de me da chances.
    E como faço pra superar, quando ele é o primeiro de tudo na sua vida? E como vai conseguir continuar quando ele é o seu chefe (Sim, eu trabalho pra ele) e você não sabe se pede demissão, ou não. E quando ele mora perto, mais muito perto de você. É Kah pra mim, não ta fácil as coisas.
    Não sei nem por onde começa …
    Deixa eu ser estagiaria no seu blog, ir morar com você e o cookie (eu racho o aluguel), e irmos superamos essa foça que é termina um relacionamento, juntas?

    HELP, Kaah.

    • Paloma • 26 de maio de 2015 • 17:31

      Desculpa, mas sou metida mesmo!
      Vocês brigavam e ele te dava mais uma chance?
      Aposto que a culpada das brigas não era você, ou só você. E se fosse o mais correto seria ele sentar e falar o que estava incomodando. “Olha eu não gosto disso” “isso esta prejudicando a gente” E ai se fosse possivel e melhor pra vocês dois você poderia mudar.
      Mas, não! Ele sumiu e ficou jogando a culpa pra você. Dizendo que vai te dar mais uma chance e tals.
      Gata, tu não perdeu nada! Na verdade te livrasse de uma!haha
      Se eu fosse você arrumava outro emprego e largava desse. As vezes é bom a foça! Larga,fica dois dias em casa comendo brigadeiro e chorando.Depois levanta o poeira e vai arrumar algo novo. Sobre ele morar perto ? Bom,é impossível ficar evitando encontrar alguém.
      Tenta encarar como uma nova possibilidade!

      Tô falando por experiencia própria! Espero de coração que você fique bem!

      Beijos e desculpe qualquer coisa!

  9. Debora Fantini • 22 de maio de 2015 • 17:04

    Nossa Karol, dá gosto de ver o quão madura você é. Acho incrível como aborda os assuntos com tanta naturalidade, principalmente assuntos relacionados a sentimentos. Faz parecer tão simples né. Parabéns, e continue sempre assim! Amo os seus videos.

  10. Ana Paula • 22 de maio de 2015 • 17:33

    Como sempre você é demais Karol, sempre surpreendendo a todas nós,ja passei por isso é horrível mesmo, tem a semana da sofrência,da gordice,do desespero, solidão, e ai vai a lista enorme hahahaha. Mas o bom disso TUUDO é que aprendemos e ganhamos experiências,eu aprendi muito e melhorei muito também.

    OBS. FIQUEI SOLTEIRA 3 MESES,DEPOIS VOLTEI COM A MESMO PESSOA E MÊS QUE VEM VAMOS FAZER 7 ANOS DE NAMORO <3 <3 <3

    Um Big Beijo pra você e que seja muito FELIZ!!!

  11. Anna Paula • 22 de maio de 2015 • 17:34

    Karol concordo demais com você… Todos os passos que você falou eu acho super importante, porque nos ajuda a focar no que queremos da vida, no que pode melhorar para o próximo relacionamento…e sofrer, porque se você ficou meses ou anos com a pessoa é porque alguma coisa te fazia feliz, não quer dizer que você ira superar beijando a cidade inteira ou mentindo pra se mesma quando fala que não ta nem aí. Eu to passando por um termino, mas to aproveitando pra me conhecer, pra saber o que quero da vida pra depois quando conhecer outra pessoa, eu possa impor mais o que eu quero e saber no que eu posso abrir mão.
    Bdijoos Karol, continua com esse blog maravilhoso…porque ele é o melhor !

  12. catharina • 22 de maio de 2015 • 20:33

    “Dessa vez, peguei carona com meu momento atual e resolvi que o assunto seria término de namoro.” Como assim?

    • Raylla Marques • 22 de maio de 2015 • 20:54

      Ela e Gustavo n estão mais juntos

  13. Julia • 23 de maio de 2015 • 03:33

    Karol, meu primeiro término foi horrível, era tipo uma dor física, meu coração doía de verdade, achei que eu fosse morrer! hahahahah eu acabei voltando com esse namorado depois, ficamos 3 anos juntos! E no final do ano passado nós terminamos, foi bom para os dois, e é como você disse, depois lembramos como algo bom, sem raiva nem nada, assim que se supera, quando algo te lembra a pessoa você até ri e pronto, não fica mal com isso. Agora comecei a namorar outro cara, e sim, eu superei e comecei uma nova história com outra pessoa. Um novo amor.. dessa vez será mais fácil, experiência ajuda certo? A idade ajuda mesmo, é verdade.. Beijinhos, e parabéns pelo trabalho, tenho certeza de que vai fazer muitas pessoas que estão passando por isso ver que não é o fim do mundo, tem muuuuitas paixões boas esperando. hahahah Com amor, Juju.

  14. Amanda • 23 de maio de 2015 • 09:21

    Karol, não sou de ficar opinando sobre a vida alheia, até porque não curto, mas acredito que o fato de muitas blogueiras exporem tantos detalhes sobre a vida pessoal deve atrapalhar, e muito. Relacionamento é algo muito pessoal, muito do casal. Os casais com relacionamentos mais longos e mais felizes que conheço são aqueles que menos fazem questão de ficar se expondo na internet. Claro que um pouco de exposição não é ruim, mas acho que a forma como você lidava com o seu relacionamento era um pouco invasiva sim. Saiba diferenciar um pouco as coisas, flor. Nem tudo o que você vive precisar virar assunto de blog ou youtube

  15. Natalia • 24 de maio de 2015 • 10:28

    Ka, namoro 3 anos. Temos 17 anos. Quer dizer, muita coisa pra viver ainda. A relação está uma coisa insuportável das duas partes. Mas não co seguimos terminar. Nos prendemos muito as lembranças e ao medo de sofrer. Apesar de reconhecermos que não vai mudar, não conseguimos aceitar. Tenho medo de ficar sozinha. Se ler esse comentário, preciso de um conselho :c

  16. Amanda • 24 de maio de 2015 • 11:00

    Karol, tirando os vlogs de viagem, esse tipo de vídeo é o que eu mais gosto. Você está cada vez melhor, o jeito que você fala nos deixa encantadas, porque parecemos íntimas de você. Hahahaha! Por mais vídeos assim. Posso dar uma sugestão? Fala de ciúmes na relação! :s

  17. Cla • 24 de maio de 2015 • 12:29

    Oiee…adoreeei seu vídeoo, vc é muito simpática e tem um jeito mto doce de falar de coisas difíceis, eu de verdade sinto que preciso dar mesmo mais atenção para mim…do que vc falou…se amar mais, sei lá, me apaixono mto fácil, e hj em dia as relações seja de amor, amizade, qualquer coisa, estão tão superficiais vc n acha? Dizem que eu que espero muito das pessoas, seja amiga/amigo ou namorado, mas n sei, prefiro ser real com meus sentimentos e não aceitar essa dureza e superficialidade. O que vc acha?? Faça mais vídeos com temas assim, vc é demais adorei!!

  18. Thamires Oliveira • 24 de maio de 2015 • 21:02

    Ameeei… Estou entre o passo 3 e o 4!
    Beijos

  19. Julia • 24 de maio de 2015 • 21:21

    Oi, Kah!

    Acabei de assistir o vídeo no YouTube e vim correndo pra cá deixar esse comentário.
    Não, eu não namoro, mas já namorei e passei por tudo isso, o que levou mais ou menos 1 anos até a superação. E depois disso, eu conheci alguém. Fico com ele há 8 meses (o que eu acho demais pra ele não ter me pedido em namoro ainda). Já conheci a familia dele, ele a minha, os amigos… e frequentamos um a casa do outro, sendo que ele mora numa ponta do Rio e eu na outra (o que é bem distante). Ele sempre fala sobre relacionamento sério, mas eu nunca levo muito a sério, talvez seja um resquício do que eu sofri antes…
    Enfim, nunca começamos, mas, eu penso em terminar! hahahaha sim, você leu certo.
    Estou muuuito apaixonada por ele, meu desejo de cada dia é que continue dando certo. Mas eu não aguento mais não ter ele de fato e saber que qualquer dia ele pode deixar de ficar comigo.
    Você acha que devo continuar ficando com ele ou devo dar start do ciclo do término? haha
    Obrigada pela atenção, beijos mil!

  20. Rebecca • 25 de maio de 2015 • 00:46

    Karol, amo a sua sinceridade e delicadeza p tratar desse tema. Espero – sinceramente – q vc e Cookie estejam bem. Gracas a Deus q vc esta realizando um sonho! A sua positividade e inspiradora!!! Bjs

  21. Ana Lu Fernandes • 25 de maio de 2015 • 13:51

    Karol, gosto taaaanto de você! ♥

  22. Viviane Brederodes • 25 de maio de 2015 • 22:16

    Karol, sei o quanto é difícil essa fase… Também já terminei um relacionamento bem longo(7 anos), foi bem difícil, passei quase dois anos sem conseguir me apaixonar por ninguém, sofrendo por naquela época mesmo estando tanto tempo separada. Mas aprendi que o tempo tudo cura, e que Deus tem um plano muito especial pras nossas vidas. Sou daquelas pessoas que acreditam q “era p ser” e que acha que toda porta q se fecha, é uma janela que se abre. Depois de mais de dois anos só, sofrendo, conheci uma pessoa, me apaixonei perdidamente, e hoje estamos juntos há tres anos, somos noivos e vamos nos casar no fim do ano. Acredito de verdade que temos uma pessoa especial esperando só o momento certo para aparecer em nossas vidas. Uma pessoa que apareça para agregar, trazer mais amor, felicidade, tranquilidade, mansidão e tudo de melhor. Torço para que vc encontre o seu príncipe! Vc é uma mulher muito querida, não te conheço, mas sinto como se conhecesse. Estou sempre acompanhando o blog e seus vídeos. Então. É como vc disse, curta seu momento de solteira, chore muito e se curta muito! Aproveite esse tempo para de conhecer melhor e se paparicar! Adoro vc, fique bem!!! Um super beijo, sua linda!

  23. Duds • 26 de maio de 2015 • 15:06

    Passei por isso recentemente, e tô meio no estágio 2. Já lamentei com as minhas amigas tudo que tinha pra lamentar, as vezes ainda bate a vontade de ficar em casa deitada vendo seriados até o outro dia. E uma coisa que eu achei bem fofa (não sei pq): Nos estavamos assistindo Friends na epoca do namoro e quando decidimos conversar pra terminar chegamos a conclusão de que nós eramos melhores sendo amigos no estilo Chandler e Monica…eu achei isso bem legal, apesar de que acho que fazemos mais o estilo Rachel e Ross. Enfim, como você também ama friends, resolvi expôr esse ponto da minha antiga relação, gostaria que você comentasse mas se não for o caso: Amo você karolzinha <3

  24. Anna Secco • 26 de maio de 2015 • 18:26

    Amei Carol, a gente sempre imagina o pior que nunca iremos superar =/
    Blog da Joanna

  25. Isa • 30 de maio de 2015 • 12:55

    Karol!! Eu te mandei um email!
    Tá bem difícil pra mim. Não consigo comer ou sequer sair de casa )=
    Parece que não vai acabar nunca essa dor

  26. Helo • 11 de junho de 2015 • 00:06

    Oii Karol, então passei por isso ou estou passando não sei dizer direito kkkk. Namorei um menino por 1 ano e 3 meses, ai terminamos brigamos e todas essas coisas, fiquei super mal passei por chorava e tudo mais perdi peso \o/ kkkkkkkk, ficamos quase 2 meses separados, so que temos muitos amigos em comum, porque estudamos juntos no ensino médio, eu tinha 16 e ele 15 pra 16, ai “voltamos” a gente não tava namorando oficialmente mas ficávamos em um relacionamento fechado, ai ficamos mais uns 5 meses nisso, e depois por alguns motivos “terminamos” de novo, ai ficamos 2 semanas sem se falar e depois voltamos a ficar e estamos ficando até hoje. Vou dizer que não doeu igual a primeira vez que terminamos, e foi bom eu passar por isso, sabe? Eu acho que, você tem que se permitir passar pela dor, ela faz parte da vida, mas uma hora ela sai e você volta, quando terminando a segunda vez eu fiquei muito mais suave, e tranquilo não foi horrível igual a primeira vez, somos amigos antes de tudo e estamos amgs hoje mesmo ficando, ai se pergunta “‘mais nossa Pq vc voltou com ele uma segunda vez?” Eu sempre imaginei um amor pra vida toda, mas não talvez não seja assim, hoje eu estou com os meus 18 anos e sei o que quero, eu não queria ter terminado a primeira vez, o problema não foi eu, como disse sei o que quero, o problema Eh que ele Eh muito confuso da cabeça, e eu entendo ele, somos mt novos, mas eu não posso esperar ele pra sempre, eu quero uma coisa estável se for pra namorar, então estamos ficando e ver no que dá. Mais de uma coisa eu tenho certeza se um dia tiver fim, sei que vou ficar bem, eh a vida as pessoas mudam a vida muda a gente, mais vou querer a amizade dele, e se for pra se o resto da vida, que seja vou ser feliz também, pq eu o amo, e sei apesar de tudo o que aconteceu que ele me ama, então que seja o que acontecer, a vida continua..

  27. Stefania Braga - São Paulo/SP • 20 de maio de 2017 • 23:50

    São Paulo, 02 de Abril de 2017

    Queridas Karol e Maqui,

    Resolvi escrever depois de ficar me perguntando “Mas porque eu não falo isso pra elas?!”…

    Bom, me chamo Stefania, tenho 22 recentes anos (fiz dia 17/03 \õ/) e moro na zona sul de São Paulo.
    Atualmente trabalho no hospital AACD e estudo Arquitetura e Urbanismo na faculdade Unip.
    O que fez uma luz aparecer na minha cabeça com a ideia (novamente) de escrever foi essa minha ultima semana extremamente corrida.
    Eu acordo as 05:00 da manhã para entrar no trabalho as 08:00 ( :’( ), saindo as 18:00 vou direto para a faculdade na qual saio as 22:40 e chego em casa por volta das 00:30.
    Chego que nem uma louca desesperada tentando colocar em prática todo aquele plano que bolei no caminho da faculdade para casa: Aquela roupa, aquele calçado, esse material na mochila, corre e pega a toalha, o pijama, toma banho, sai correndo e come alguma coisa, passa o uniforme, carrega uns vídeos no instagram, liga o despertador e ai se da conta que já são 01:40 da manhã e você esta indo dormir para acordar as 05:00 novamente…
    Em meio a toda essa correria eu me dei conta de que todos os dias, desde que comecei a assistir o canal, eu chego em casa e: Pego a roupa, separo calçado… blá blá blá, carrego os vídeos e vou pra debaixo do chuveiro, monto um cantinho no suporte do shampoo e tomo banho assistindo os vídeos do canal kkkkkkk, sim, isso mesmo!
    Quando termino meu banho, vou comer alguma coisa e coloco o celular apoiado num copo, qualquer coisa na mesa e vou comendo e assistindo. Quando não estou olhando, estou ouvindo.
    Isso tudo é muito engraçado porque eu NUNCA me apeguei a nada desse jeito.
    O canal não é aquele papo furado de “Como conquistar um Boy”, “o que tem no meu guarda roupa” etc.. algumas tags que eu vejo em outros canais também estão no KP, mas a forma como vocês trazem o conteúdo é TO-TAL-MEN-TE diferente! Totalmente maduro!!!
    Não enche a cabeça dos seus seguidores de informações fúteis das quais já temos demais. É conteúdo informativo, engraçado, alegre. É informação séria dada da melhor maneira possível.
    E o que mais me emociona em toda essa historia foi o vínculo que criei com o canal e o quanto vocês me fizeram sonhar (ahhhhhh..) sonhar muito!! As viagens, passeios, compras… sonhar com os pés no chão.
    Através dos vídeos, conhecer um pouco de outros países, conhecer lugares em são Paulo que eu não conhecia… conhecer marcas de roupas, maquiagens e tudo mais.
    Eu deveria saber: marcas de roupas, marcas de maquiagem, como se maquiar, como ter um estilo definido… sendo menina, chatinha pra algumas coisas… eu deveria saber MESMO!
    Mas sendo Stefania, tô sabendo de nada kkkkk e gostaria muito de aprender :’(
    O fato de ter um estilo definido iria poupar o tempo que perco caçando roupas no meu guarda roupa.
    E eu tenho aprendido assistindo vocês! Aprendendo a ter gosto por coisas que eu não gostava (ex.: séries, moda) e ter curiosidade por muitas outras (ex.: moda, maquiagem, lugares).

    É engraçado abrir o canal e ver vocês testando algo que eu gostaria de saber como funciona como foi o caso do bepantol. Achei incrível! Sou A-PAI-XO-NA-DA pelos recebidos e testados.

    Dentre tudo isso, amo o trabalho de vocês, o cookie fofonho, os vídeos do @jardimnocimento então… nem se fala.
    A Maquiiii linda do coração que eu sempre abro um sorriso do tamanho do universo quando vejo ela aparecendo nos vídeos ou dando os palpites dela por tras das câmeras… vocês duas juntas são demaissssss!!!

    Karol/Maqui, obrigada pelo trabalho de vocês, obrigada pela dedicação. Obrigada por ter total controle e profissionalismo de trazer informações uteis para quem esta do outro lado da tela.
    Só queria que tivesse um vídeo de como vocês conseguem fazer isso no conforto de casa, num controle magnifico, porque eu estava fazendo meu trabalho da faculdade e dei uma paradinha aqui pra escrever pra vocês kkkk, detalhe: 01:50 da madruga.

    Enfim, só tenho que pedir a Deus que abençoe vocês sempre para que vocês venham continuar dessa forma, trabalhando desse jeitinho fofo de vocês e que venha muuuitas viagens, muuuitos recebidos, muuuitas coisas novas e boas!!

    Beijooooos, obrigada sempre!

    Sté Braga.

    _vim ate o ultimo post porque não tinha onde postar :(, ou eu não achei, rs
    (me desculem qualquer erro de digit-aão, mas o meu not-ebook est-a escrevendo assim, kkkk_—————